Home > Causas

Tweet
Share

Rússia deve auxiliar a Síria a pôr fim aos massacres (Ação Encerrada)

Peça ao Ministro dos Negócios Estrangeiros russo que ajude a pôr fim aos massacres na Síria

Desde o início dos protestos pacíficos na Síria, em meados de março de 2011, foram relatadas mais de 6,500 mortes e muitos mais feridos. Acredita-se que milhares de pessoas foram detidas, muitas das quais arbitrariamente, mantidas incomunicáveis, sujeitas a tortura e maus tratos e vítimas de desaparecimentos forçados.

A Amnistia Internacional alerta para o facto de as mortes sob custódia terem aumentando. Passou-se de uma média de 2 ou 5 casos relatados por ano para mais de 270 casos relatados à organização desde março de 2011.

Ainda assim, a comunidade internacional não tem respondido de forma eficiente a esta crise de direitos humanos. As duas tentativas do Conselho de Segurança da ONU para responder ao problema na Síria foram bloqueadas pela Rússia e pela China. Ao vetar duas resoluções do Conselho de Segurança da ONU, enquanto continua a fornecer armas à Síria, as ações da Rússia serviram para inflamar a violência na Síria.

‘‘Quanto mais sangue precisa de ser derramado até que o mundo ajude?’’ perguntou Abu Suhaib, um homem sírio hospitalizado na Jordânia, a delegados da Amnistia Internacional a 17 de fevereiro de 2012.

Ajude a enviar a mensagem de Abu Suhaib e de outros sírios à Rússia assinando este apelo que será enviado a Sergei Viktorovich Lavrov, Ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia.

Poderá consultar aqui a petição em português.

Preencha, por favor, os seus dados pessoais para assinar o apelo.
*
*
Número Português







Pretende receber mais informação e/ou juntar-se à Amnistia/ I want to receive more information about amnesty.
         
* Campos de preenchimento obrigatório/ Mandatory field.